Saltar para o conteúdo

Não Se Preocupe, Querida

(Don't Worry Darling, 2022)
6,1
Média
27 votos
?
Sua nota
Direção
Olivia Wilde
Roteiro:
Katie Silberman, Carey Van Dyke, Shane Van Dyke
Gênero:
Suspense
Origem:
Estados Unidos
Estreia:
22/09/2022
Duração:
122 minutos

Lupas (6)

  • Que roteiro medíocre, meu deus. Mas as atuações (pugh e Wilde), o figurino e a fotografia dão uma certa dignidade ao filme.

    Thiago Fernando Fasolo Bones | Em 16 de Novembro de 2022 | NOTA: 6.0
  • - 412º filme de 2.022: visto em 09/11 (o 33º filme do ano visto na HBO Max)... - Razoável... - Até começa bem como suspense, mas se perde no terço final quando vira ficção! Entre uma metáfora e outra, o grande acerto do filme está na escolha da protagonista Florence Pugh, indiscutivelmente a melhor atriz dessa geração, maravilhosa em cena! Já o restante do elenco não tem muito o que fazer e o Harry Styles é bem fraquinho! Decepcionante, assista por sua conta e risco...

    Thiago Soares Mota | Em 09 de Novembro de 2022 | NOTA: 5.5
  • Tanto talento e um orçamento tão grande pra nada. Florence carregou esse filme todo nas costas. E o Harry Styles é a Jade Picon desse filme, ria em todas as cenas dele.

    Larissa Silva | Em 30 de Outubro de 2022 | NOTA: 5.0
  • A repercussão negativa da crítica especializada deve-se muito mais aos bastidores caóticos do que ao filme em si. Da "mise in scene" impecável (que ressalta o visual artificial daquele lugar idílico), a presença de Florence Pugh (sempre ótima) no elenco, até o tema social relevante, "Não Se Preocupe, Querida" é facilmente um dos filmes mais curiosos e divertidos do ano.

    Luiz F. Vila Nova | Em 29 de Outubro de 2022 | NOTA: 7.0
  • O machismo como instrumento de controle usado como desculpa para satisfazer inseguranças na forma de um suspense de certa maneira instigante.

    Bruno Ricardo de Souza Dias | Em 26 de Setembro de 2022 | NOTA: 7.0
  • Florence Pugh é digna de aplausos. Chris Pine parecia ter ideia da bomba que estava envolvido e, ao menos, tenta se divertir. O restante é de dar pena. A trama, truncada e previsível, apresenta diversas ideias e não consegue desenvolver nenhuma delas minimamente bem. Apesar do visual bonito, a direção de Olivia Wilde tenta a todo momento impressionar, mas não passa ao público 1/3 da personalidade e grandeza que almeja. Pasmem ou não, as fofocas e o climão em Veneza renderam mais que isso aqui.

    Lucas Abreu | Em 23 de Setembro de 2022 | NOTA: 4.5