Saltar para o conteúdo

Notícias

Morre Bernardo Bertolucci, diretor de Último Tango em Paris


Um dos cineastas mais importantes do cinema italiano, Bernardo Bertolucci faleceu hoje, aos 77 anos, de causas ainda não reveladas. A imprensa italiana aponta uma doença como possível causa da morte. Nome de suma importância para o cinema, Bertolucci venceu o Oscar de melhor filme e direção em 1988, por O Último Imperador (1987),mas costuma ser mais lembrado por outros títulos de sua carreira. 

Responsável por obras como Partner (1968), O Conformista (1970) e A Estratégia da Aranha (1970), Bertolucci foi um dos diretores mais politizados do cinema italiano dos anos 1960 e 1970, tratando sempre de personagens assombrados pelos fantasmas deixados pelo fascismo e pelos horrores da Segunda Guerra Mundial, mesmo em um período de recuperação da Itália. No entanto, seu filme mais famoso e mais polêmico seria Último Tango em Paris (1972), no qual dirigiu Marlon Brando (O Poderoso Chefão) e Maria Schneider (Profissão: Repórter) em uma das cenas de sexo mais lendárias do cinema. 

Depois do reconhecimento do Oscar em 1988 com O Último Imperador, Bertolucci ingressou em obras menores e de pouca repercussão até estourar novamente com Os Sonhadores (2003), uma espécie de versão moderna de Jules e Jim - Uma Mulher para Dois (1962) que caiu nas graças da geração atual de cinéfilos mundo afora. Depois disso só voltaria em 2012 para seu último filme, Eu e Você

Recentemente, teve seu nome envolvido em um escândalo quando a atriz Maria Schneider alegou ter sido violentada na famosa cena de sexo em Último Tango em Paris, alegando não ter sido informada sobre a cena, que teria sido improvisada sem o consentimento dela. Bertolucci confirmou parte do relato de Schneider após a morte da atriz, em 2011, dizendo se sentir culpado, porém não arrependido, pelo que fez a ela. 

Bertolucci deixa esposa Clare Peploe, com quem era casado desde 1978. Era considerado um dos últimos grandes mestres da época de ouro do cinema italiano. 

Comentários (8)

Bernardo D.I. Brum | segunda-feira, 26 de Novembro de 2018 - 17:32 | Responder

Melhor que cê faz é ignorar, Kadu. Daqui a pouco o bizarrão entra na sua página pessoal pra puxar briga hahaha

CitizenKadu | segunda-feira, 26 de Novembro de 2018 - 17:42 | Responder

Só queria deixar claro que este tipo de atitude não representa o meu posicionamento.

Leonardo Ferreira Sampaio | segunda-feira, 26 de Novembro de 2018 - 19:07 | Responder

KKKK rlx Kadu. Acho q pra quem tá com um pouco mais de boa vontade vê que isso aii n tem nada a ver com o que você fala.

Bernardo D.I. Brum | segunda-feira, 26 de Novembro de 2018 - 20:53 | Responder

Jamais, Kadu. Nunca é saudável, nos tempos atuais mais ainda tomar um pelo todo. Como você apontou outro dia, temos que mudar mais em Gore Vidal debatendo com o William F. Buckley de maneira saudável e menos na guerra de grito ideológico que infesta os debates hoje em dia. Como o Leonardo disse, povo de bom senso consegue enxergar o abismo entre discordar veementemente e partir para batalhas improdutivas onde cada lado "se lava" da culpa porque segue o ideário X.

Faça login para comentar.