Saltar para o conteúdo

Notícias

Morre Rubens Ewald Filho, aos 74 anos

Rubens Ewald Filho, mais conhecido crítico de cinema do Brasil, morreu nesta quarta-feira, 19 de junho, no Hospital Samaritano, em São Paulo. Ele estava internado em estado grave desde o final de maio, após sofrer um infarto e desmaiar em uma escada rolante de um shopping center, ocasionando uma queda e várias fraturas.

Rubens foi importantíssimo para a dissiminação da crítica de cinema no Brasil. Foram através de seus textos que muitos críticos, inclusive boa parte da geração Cineplayers, começaram a ter contato com análises de filmes, nos mais diversos modelos e mídias, com o passar dos anos. Seu Dicionário de Cineastas, publicado pela primeira vez em 1977, foi uma enciclopédia valiosa muito antes da internet existir e tornar mais fácil o acesso à informação e recebeu algumas atualizações.

Muito conhecido nas noites do Oscar, demonstrava um profundo conhecimento de todos os filmes, artistas e técnicos que apareciam no palco, não apenas de nome, mas citando as principais obras de cada um. Por vezes, desferia comentários super sinceros que causava a ira dos fãs do alvo da vez. Comentava sobre roupas, cabelos e até mesmo aparência física dos atores, mas sempre com muita paixão e um apelo popular diferente dos críticos mais teóricos.

Iniciou a carreira cedo, no jornal A Tribuna, em 1967, e trabalhou em outras áreas do entretenimento como roteirista de filmes e novelas, dirigiu peças e até mesmo atuou em alguns filmes. Como crítico, trabalhou nas mais importantes emissoras do país, como Rede Globo e SBT, além de ter escrito para diversas publicações impressas como a Veja e a Folha de São Paulo. No começo dos anos 2000, também teve voz na revolucionária internet através do site e-Pipoca, um dos mais antigos do país.

Rubens deixa uma série de cinéfilos órfãos do mais importante, carismático, apaixonado e conhecedor de cinema do Brasil.

Comentários (2)

Davi de Almeida Rezende | quarta-feira, 31 de Julho de 2019 - 17:39

Tinha conhecimento, mas não muita capacidade de fazer críticas ISENTAS.

Faça login para comentar.