Saltar para o conteúdo

Notícias

Sean Baker e Jordan Horowitz opinam sobre filmes do Oscar em rede social


A rede social e aplicativo de cinema Letterboxd, fundada em 2011, possuis recursos que permitem os usuários a listar e opinar sobre os filmes que veem. Alguns desses usuários são figuras reconhecidas no meio cinematográfico, e é possível ver a opinião deles sobre vários filmes. Confira a seguir alguma das opiniões de duas figuras de destaque recentes coletadas de comentários escritos pelos próprios no site.

Sean Baker (diretor - Tangerina, Projeto Flórida)

Os Últimos Homens em Aleppo: "Estou devastado agora. Incrivelmente entristecido por esse filme"

A Forma da Água: "Finalmente fui ver. Fui ver na tela grande na Sunset 5, no AMC. Absolutamente lindo. Cada plano é uma maravilha. Um grande feito dos departamentos de câmera, arte e som. Uau. SPOILER - Eu não estava esperando a violência exterma - a morte de Michael Stuhlbarg é consideravelmente desagradável.

Trama Fantasma: "Mas que realização. Um dos meus favoritos do ano. Por favor, vejam isso projetado em película. Vale a pena. A fotografia do PTA deveria ter recebido bem mais reconhecimento nessa temporada de prêmios." 

Eu, Tonya: "De novo, eu queria ter visto na tela grande mas continuo gripado então decididi assistir em um screener. Paul Walter Hauser [N.T.: como o personagem Shawn] rouba a cena. O trabalho de efeitos especiais é realmente impressionante." 

O Artista do Desastre: "Fique até o final dos créditos."

Me Chame Pelo Seu Nome: "Amei." 

Três Anúncios Para Um Crime: "Ainda mergulhado."

The Square - A Arte da Discórdia: "Não é o meu favorito do Ostlund mas claro que é obrigatório. [Meu preferido é] Invonluntário."

Lady Bird: A Hora de Voar: "Debut realmente grandioso. Elenco excelente." 

Heroína(s): "Grande documentário com uma grande mensagem." 

Star Wars - Episódio VII: Os Últimos Jedi: "Eu não sou um fanático por Star Wars então não fiquei muito envolvido, mas é claro que me impressionei muito com o trabalho de Rian Johnson."


Jordan Horowitz (produtor - Minhas Mães e Meu Pai, La La Land - Cantando Estações)

The Post - A Guerra Secreta: "Grandioso e divertido com momentos poderosos. E que o elenco!"

Trama Fantasma: "Lança um feitiço. Elegante, peculiar e exuberante. E esses figurinos. E aquela trilha."

Star Wars - Episódio VIII: Os Últimos Jedi: "Esse filme realmente não funcionou comigo. Tantas cenas que então eram seguidas de cenas explicando sobre o que era a cena anterior. Não teve impulso nenhum. E então as piadas... Demais para o meu gosto. Eu entendo que o humor de SW é brega mas isso não quer dizer que não é engraçado - é uma linha tênue, e infelizmente esse está no lado errado dela. Pelo lado positivo, gostei MUITO da representatividade progressista e diversificada em um filme de um grande estúdio." 

Blade Runner 2049: "Oh, cara. Um trabalho de mestre com certeza, e para mim, se não tivesse cerca de 20 minutos de exposição, seria uma obra-prima. O cinema em tudo isso! A realização! É melhor Deakins finalmente ganhar seu Oscar. O Zimmer eletrônico é o melhor Zimmer. Tanto para amar aqui. Não posso esperar para ver de novo."

Eu, Tonya: "Energia realmente grandiosa, e Robbie e Janney estão demais. Tem problemas aqui e ali mas a ousadia do filme realmente me fisgou. Coisa boa."

A Grande Jogada: "Grande roteiro. E a habilidade de Chastain." 

Três Anúncios Para Um Crime: "Não tenho certeza aqui. Bem intencionado e problemático de todas as maneiras mas não consigo dizer se cheguei a comprar completamente. O tom é desequilibrado, talvez? Mas talvez náo seja nem isso. Hm.

Lady Bird: "Náo me entenda mal, eu realmente gostei. O roteiro é incrível e todos os atores são divertidos de assistir. E eu realmente amo assistir filmes dirigidos por mulheres que são sobre mulheres. Mas... Todo mundo que viu isso no Outono meio que pirou? E... Eu náo sei por quê? Quero dizer, é um adorável filme indie de de uma diretora debutante. Que seja."

Projeto Flórida: "Isso é uma obra-prima. É tudo o que eu quero do cinema. Ousado e bonito e raivoso e profundo e esperançoso e sincero. O momento lá para o final do filme quando o formato muda (logo antes delas irem para a Disney), é um dos momentos mas profundos que eu tive no cinema em algum tempo. COmo um cineasta, eu sabia onde isso estava indo. Eu entendi imediatamente o literal roubo das imagens da Disney que viriam. E nesse momento, forma se casou com conteúdo que se casou com personagem que se casou com história de uma maneira verdadeiramente transcendente, e me chocou até a a alma. Quando o filme cortou para o preto, eu quebrei por dentro."

The Square - A Arte da Discórdia: "Gostei tanto disso. E a realização e a precisão foram incríveis. Mas no final é muito longo por nada."

Visages, Villages: "Sublime."

O Artista do Desastre: "Superdivertido e mais emotivo do que eu esperava. Franco detona."

Corra!: "Um clássico. Vamos estar vendo e falando sobre esse filme por um tempo."

Me Chame Pelo Seu Nome: "Eu amo tanto esse filme. Tudo sobre ele. E apenas vai ficar melhor com o tempo." 
- Atualização em Outubro de 17: "Subindo para a nota máxima porque eu não consigo parar de pensar nele!
- Atualização em Novembro de 17: "Ainda melhor da segunda vez."

Mudbound - Lágrimas Sobre o Mississippi: "Começa devagar mas ralmente chega lá no final. Poderoso e emocionante."

Comentários (1)

Faça login para comentar.