Saltar para o conteúdo

Notícias

Cineplayers Cast 30 - Vingadores: Guerra Infinita



Quase vinte filmes e dez anos de Universo Marvel nos trouxeram até aqui.

Rodrigo Cunha, Bernardo Brum, Heitor Romero e Cesar Castanha comentam tudo sobre Vingadores: Guerra Infinita. A Marvel foi ousada ao criar esse universo? Como os filmes individuais funcionaram para chegarmos até aqui? Já houve algum projeto parecido no cinema? O que Guerra Infinita adiciona à série? O que vem depois?

Vamos dividir um balde de pipoca nesse que é, talvez, o maior blockbuster dos últimos anos.


SPOILERS PRA CACETE! DESDE A ABERTURA!


Duração: 95 minutos

Edição: Edu Aurrai

Site do Thanos:

Filmes Relacionados:

Toda a série Marvel no cinema
Saga X-Men
Série 007
Saga Star Wars 
Trilogia O Senhor dos Anéis 
Série The Gifted
Série O Quarteto Fantástico
O Demolidor
Batman: O Cavaleiro das Trevas 
Série Harry Potter
Série Luke Cage 
Série Os Agentes da Shield 


Comentários (6)

Carlos Eduardo | domingo, 06 de Maio de 2018 - 10:16 | Responder

Também sobrevivi ao Thanos!😎
Só Cunha que se lascou mesmo kkkk. Escutei o cast agora, mais um show da equipe. No geral gosto dos filmes do MCU embora os ache extremamente limitados justamente pelo controle excessivo do estúdio que não permite aos filmes tentar vôos mais altos individualmente criando uma fórmula de bolo pronta. Meu top 5 da franquia hoje ficaria assim:

1- Os Vingadores: The Avengers
2- Capitão América: Soldado Invernal
3- Homem de Ferro
4- Doutor Estranho
5- Capitão América: Guerra Civil

Espero que eles tentem arriscar mais na fase 4, porque muitos dessa fase 3 foram pura encheção de lingüiça.

Taumaturgo Moura | domingo, 06 de Maio de 2018 - 14:03 | Responder

Meu top 5

1-Pantera Negra
2-Thor: Ragnarok
3- Os Vingadores: The Avengers
4- Capitão América: Guerra Civil
5-Homem de Ferro

Matheus Bezerra de Lima | domingo, 06 de Maio de 2018 - 16:05 | Responder

Grande PodCast! É bem complicado analisar Guerra Infinita como um mero filme, esse é um evento, estilo o que foi Titanic por exemplo.

Queria destacar que achei uma grande sacada do roteiro dividir os Vingadores em pequenos grupos, isso possibilitou desenvolver os personagens e as dinâmicas entre eles de uma forma até rica por vezes, mesmo que alguns ainda tenham ficado mais apagados, o que seria evitado apenas fazendo um filme de 6 horas!

Outra grande sacada nessa divisão de grupos foi colocar Tony Stark, Doutor Estranho e Homem Aranha juntos, foi a melhor dinâmica coletiva do filme, a química entre os três ficou perfeita e todos ganharam desenvolvimento nas relações entre si, os conflitos entre Stark e Strange foram interessantes.

Os diretores já confirmaram que a última cena entre Tony Stark e Peter Parker foi um improviso completo do Tom Holland, que realmente foi uma escolha certeira para o Homem Aranha, captando sua essência, conseguiu bater talvez até o Tobey Maguire!

Matheus Bezerra de Lima | domingo, 06 de Maio de 2018 - 17:32 | Responder

Uma pergunta: tendo no currículo Capitão América 2 - Soldado Invernal, Capitão América - Guerra Civil e agora Vingadores - Guerra Infinita, já dá para cravar os Irmãos Russo como os melhores diretores do MCU?

Faça login para comentar.