Saltar para o conteúdo

Notícias

Hellboy é detonado pela imprensa internacional


Existe uma máxima entre jornalistas que cobrem cinema de que embargar a publicação de uma crítica para a véspera do lançamento de um filme é mau sinal. Claro que a decisão é estratégica e pode envolver outros motivos, mas esse foi exatamente o caso de Hellboy. Grande estreia dessa sexta-feira nos EUA e outras partes do mundo, o filme estrelado por David Harbour está sendo massacrado pela crítica internacional.

"Uma das piores adaptações dos quadrinhos já feita", alerta o Slash Film já no título da crítica, para então detonar o filme em si mesmo e, principalmente, em relação às adaptações de Guillermo Del Toro, com Ron Perlman no papel principal. E essa opinião é quase unânime, já que o filme soma apenas 9% de aprovação no Rotten Tomatoes e 4/10 de média após 33 críticas publicadas. A situação é ainda pior no Metacritic: média de 22 textos é de 35/100.

Confira, abaixo, um resumo das críticas negativas de Hellboy, que estreia nos cinemas brasileiros no dia 16 de maio.



"Em uma palavra, Hellboy é desagradável. Outros adjetivos apropriados para descrever esse reboot incluem terrível, ofensivo, desnecessário e interminável. Considerando a sombra dos dois filmes de Hellboy escritos e dirigidos por Guillermo del Toro, poderia ser fácil presumir que esta nova versão simplesmente empalidece em comparação. Embora isso seja verdade, não vamos perder o ponto: este Hellboy é muito ruim por si só. Não há necessidade de comparar isso com os filmes de Del Toro, pois isso só infligiria mais dor." 


"O filme se esforça para ser um épico durão para maiores, mas é basicamente uma história de origem com uma pilha de idiossincrasias nonsense, frenética e mal preparada, cheia de lutas de monstros, bem como uma atmosfera grunge apocalíptica que não significa quase nada. Interpretando Hellboy, David Harbour tem um trabalho difícil pela frente e vai bem, mas o trabalho difícil que foi bom de verdade é do del Toro."


“A corrida pelo pior filme do ano está quente. E já podemos dizer que está mais quente que o inferno, pois Hellboy disparou na liderança. O filme é horrível, repugnante, sem graça e tão idiotamente tramado que agride os sentidos tanto quanto o vagão do metrô mais quente no dia mais quente do verão."


"Hellboy se esforça demais e fala demais, e nada disso é do que o filme realmente precisa. O roteiro de Andrew Crosby tenta juntar meia dúzia de histórias modestas do Hellboy em um único filme, com ritmo e estrutura irregulares. Marshall tenta transformá-lo em um filme de terror, em uma comédia e em um blockbuster de ação, revelando um resultado mediano nas três tentativas. Mas o maior problema de Hellboy é que ele não tem nenhum charme."


"Não há outra maneira de dizer isso: o filme é tosco. Às vezes rola a sensação de que é intencional — algumas cenas têm um quê de filme B tipo Evil Dead - Army of Darkness —, mas as piadas nunca são boas o suficiente para convencer que é autoconsciente. Outras cenas e personagens soam antiquados, a ponto de bordas terríveis de tela verde e monstros renderizados de modo horrível serem, realmente, uma distração."


"Algumas sequências de ação funcionam bem sozinhas, mas o filme prepara muitas delas. Bem antes de chegar às duas horas de duração, o público já terá observado vários pontos em que o roteiro poderia ter fechado melhor as pontas. Marshall enfrenta seus próprios demônios e apocalipses quando emplaca histórias sensíveis de família no intuito de convencer que Hellboy é, de fato, um herói. Salvar a humanidade é algo que esse grande monstro vermelho pode fazer. Salvar Hellboy como uma franquia cinematográfica já é algo totalmente diferente."

Comentários (4)

Robson Oliveira | quinta-feira, 11 de Abril de 2019 - 11:29 | Responder

Que decepção, eu até aguardava algo bom realmente me apegando aos anteriores. Uma pena ser disperdiçada uma oportunidade de algo bacana pra se assistir. Mas irei conferir mesmo assim pra saber se é tão ruim quanto estão falando.

Kennedy | quinta-feira, 11 de Abril de 2019 - 13:44 | Responder

Vamos combinar que desde as adaptações do Del Toro já era algo bem rafamé..🙄

Walter Prado | quinta-feira, 11 de Abril de 2019 - 13:56 | Responder

Eu gosto do segundo Hellboy do Del Toro, o primeiro não acho grande coisa também não.

Felipe Mello | quinta-feira, 11 de Abril de 2019 - 16:59 | Responder

Depois daquele primeiro trailer galhofa, já esperava por isso. Queria um filme sombrio(18 anos) do Hellboy.

Faça login para comentar.