Saltar para o conteúdo
4,7
Cineplayers
5 votos
5,0
Usuários
102 votos
?
Sua nota
Direção
Jay Roach
Roteiro:
David Guion (roteiro), Michael Handelman (roteiro), Francis Veber (roteiro original), Ken Daurio (revisão - não creditado), Cinco Paul (revisão - não creditado), Jon Vitti (revisão - não creditado)
Gênero:
Comédia
Origem:
Estados Unidos
Duração:
114 minutos

Filmes Relacionados

Tim é um executivo que almeja subir de cargo (e de andar), ao conseguir tomar conta das finanças de Müeller, um colecionador de arte, para subir nas contas de seu chefe, Lance Fender. Mas para isso ele deverá encontrar um idiota, para ser humilhado no jantar anual de Fender. Tudo parece se encaixar quando é atropelado por Barry, um taxidermista de ratos. Mas o sujeito é tão idiota que consegue estragar a vida de todos que cruzam seu caminho.

Elenco

Paul Rudd
Tim Conrad
Steve Carell
Barry Speck
Stephanie Szostak
Julie
Jemaine Clement
Kieran Vollard
Zach Galifianakis
Therman Murch
Lucy Punch
Darla
Bruce Greenwood
Lance Fender
Ron Livingston
Caldwell
Larry Wilmore
Williams
David Walliams
Martin Müeller
Lucy Davenport
Birgit Müeller
Kristen Schaal
Susana
Andrea Savage
Robin
P.J. Byrne
Davenport
Randall Park
Henderson
Nick Kroll
Josh
Chris O'Dowd
Marco, o espadachim cego
Octavia Spencer
Madame Nora
Patrick Fischler
Vincenzo
Alex Borstein
Martha Speck

Lupas

Faça login para dar uma nota e uma lupa.

  • Uma das piores histórias de comédia que já vi, Steve Carell não precisava desse pro curriculo.

  • Steve Carell é simplesmente hilário, mas o filme está longe de ser espetacular. O excesso em alguns momentos prejudica bastante.

  • Muitas cenas deploráveis e idiotas, mas tanta idiotice e bizarrice se tornou divertido, e a apresentação sobre sonhadores foi linda, um draminha fofinho no final...

  • Irônico.O que estraga o filme não é o humor imbecil, as idiotices do Carrel são até muito engraçadas vez ou outra. Foda é aguentar a trama de romance/drama, essa parte sim nos faz de idiota com uns clichês tão estúpidos. Dá até desânimo o final.

  • Impossível não fazer um trocadilho "Um filme para idiotizar". Sem dúvidas é a sensação que se tem ao término da película.

  • É tudo tão delusional nesse filme, que ele acaba ganhando pelo cansaço: no começo Carell só apresenta uma versão incrivelmente irritante de Michael Scott de The Office, mas a quantidade de idiotices cresce tão vertiginosamente que acaba ficando engraçado.

  • Demoraram muito pra servir o Jantar, a cena mais engraçada, mas não deu para salvar o filme.

  • Cumpre o que promete: diverte e dá pra rir de verdade (a cena do jantar é de chorar... hahaha)!

  • Bem engraçado, bobo nas cenas de escritório mas funciona até no romance. Paul Rudd é excelente como sempre e Carrell é realmente irritante - o mais próximo que alguém chega das insanidades de Jim Carrey. A cena do jantar é muito boa.

  • Até sua metade, temos um filme atípico com momentos hilários. Entretanto, todo o terceiro ato apela para clichês insossos e piadas apelativas. O resultado é uma comédia bacana, mas não ao nível do que os envolvidos já fizeram anteriormente.

Comentários (0)

Faça login para comentar.