Saltar para o conteúdo
Direção
Robert Eggers
Roteiro:
Robert Eggers, Sjón
Gênero:
Ação, Aventura, Drama, Fantasia, Histórico, Suspense
Origem:
Estados Unidos, Reino Unido
Estreia:
12/05/2022
Duração:
126 minutos

Depois de testemunhar o assassinato do pai pelas mãos do seu tio Fjölnir, e ver sua mãe e reino tomados pelo assassino, o jovem Príncipe Amleth foge para retornar anos depois, já adulto, determinado a fazer justiça.

Elenco

Anya Taylor-Joy
Olga da Floresta de Bétulas
Nicole Kidman
Rainha Gudrun
Alexander Skarsgård
Amleth
Ethan Hawke
Corvo de Guerra do Rei Aurvandil
Willem Dafoe
Heimir, o Tolo
Ralph Ineson
Capitão Volodymyr
Claes Bang
Fjölnir
Kate Dickie
Halldora
Björk
Seeress
Olwen Fouere
Áshildur Hofgythja
Gustav Lindh
Thorir, o Orgulhoso
Ian Gerard Whyte
Thorvaldr
Murray McArthur
Hakon
Rebecca Ineson
Halla
Elliott Rose
Gunnar
Phill Martin
Hallgrímr Half-Troll
Eldar Skar
Finnr
Edgar Abram
Hersveinn
Jack Gassmann
Hjalti
Ingvar Sigurdsson
Bruxo
Jack Walsh
Hallur Freymundur

Notas e Lupas

Faça login para dar uma nota e uma lupa.

Comentários (1)

Johnas SJ | sábado, 14 de Maio de 2022 - 21:50

INCRÍVEL!Realizou quase todas as minhas expectativas.Um filme com muita fidelidade à cultura e ao povo que representa,dá pra ver que as pessoas envolvidas no projeto realmente tem ligação com a cultura nórdica e muito respeito pelos fãs de histórias/mitos do gênero.Tem excessos aqui e ali,e obviamente não foi feito pra quem só vê coisas mais'pops',mas The Northman é uma viagem muito imersiva à um mundo fascinante...Precisamos de mais filmes assim!Robert Eggers é infalível mesmo...EXCELENTE!!!!!

Igor Guimarães Vasconcellos | segunda-feira, 06 de Junho de 2022 - 19:16

Muita gente deu uma falada mal, mas concordo em quase tudo com você.
Eu só não curti muito alguns saltos narrativos. Mas é bem imersivo, tanto psicologicamente como sociologicamente, e o terror tá justamente nesse encontro

Pedro da Silva | quarta-feira, 05 de Outubro de 2022 - 00:12

Quando terminou eu fiquei pensando exatamente no terror e no que poderia ter sido. Talvez o terror proposto funcionasse melhor se fosse narrado pela perspectiva apenas do tio e do grupo dele. O peso da "maldição" de um pacto escroto, o "fantasma" vindo cobrar a conta. A sensação que tive é que essa tensão ficou dissolvida porque os protagonistas são super poderosos e não correm riscos convincentes. Já o tio e o grupo dele sim.

A sensação que me gera, sempre do que poderia ser, é que Eggers é, com três filmes, o diretor mais frustrante que está em atividade. Só ideia boa, proposta boa, imagens espetaculares, e um roteiro que vc sopra e esfarela. Os personagens secundários vazios, sem nada a acrescentar. Soluções extremamente fáceis e convencionais. Não tem desculpa, são mais de duas horas de filme. (E ele é 'pop' demais. Até o talo.)

Faça login para comentar.