Saltar para o conteúdo
7,8
Usuários
128 votos
?
Sua nota
Direção
Hayao Miyazaki
Roteiro:
Hayao Miyazaki
Gênero:
Aventura, Fantasia, Animação, Guerra
Origem:
Japão
Duração:
94 minutos

Filmes Relacionados

Marco Porcellino (Moriyama), mais conhecido por Porco Rosso, é um caçador de prêmios que luta contra piratas aéreos, durante a Segunda Guerra Mundial. Cansados de serem caçados por Rosso, os piratas se unem e contratam um americano para duelar com ele.

Elenco

Akio Ôtsuka
Donarudo Kachisu (voz)
Greg Ellis
Shûichirô Moriyama
Tokiko Kato
Sanshi Katsura
Tsunehiko Kamijô
Akemi Okamura
Hiroko Seki
Baa-chan (voz)

Lupas

Faça login para dar uma nota e uma lupa.

  • Porco Rosso tem um tom romântico peculiar e isso transforma esta em uma animação diferente de Miyazaki. Faltam grandes cenas (há momentos isolados lindos, porém) mas o espírito e a personalidade do trabalho do mestre estão lá.

  • Esqueça aquela reflexão sobre a natureza costumeiramente abordada nos filmes de Miyazaki; aqui, ele fala sobre outro tipo de natureza, a interna humana, em uma relação sobre solidão, amor e vitalidade. É lindo, mas mais restrito do que outros seus.

  • Comédia um tanto mais anárquica, e um ritmo de ação bem mais acelerado do que o de costume para Miyazaki, o que faz lembrar a dinâmica de O Castelo de Cagliostro, e nunca o cineasta caprichou tanto em suas obrigatórias cenas de embates aéreos.

  • Uma belezura esteticamente como costuma sempre ser o padrão Miyazaki mas confesso que o filme custou demais a me empolgar e muito embora aja uma bela crítica ao ser humano em comparação aos porcos, confesso que Porco Rosso pra mim não decolou.

  • Um filme menor de Miyazaki, especialmente em seu lado narrativo (já que a técnica e o arrojo visual nunca decepcionam). A transposição fábula/realidade aqui é menos inspirada e poderosa do que em outros trabalhos do diretor.

  • Um dos melhores filmes de Hayao Miyazaki, mas fica atrás apenas de Princesa Mononoke, uma verdadeira obra-prima da sétima arte.

  • Tratando de um tema divisor de águas como a guerra, Miyazaki teve a chance de criar uma obra-prima com 'Porco Rosso'. No entanto, a história é confusa e sem a profundidade de seus anteriores, ainda que possua bom humor e a beleza visual costumeira.

  • Talvez o pior de Hayao Miyazaki e, sem duvidas, digo que... é Ótimo!

  • Poucos entenderão o verdadeiro sentido da obra, sabia que porcos não podem olhar para o céu? Pois bem, Miyazaki o fez voar entre nuvens, desequilibrando o estado de poder absoluto do homem. Homem de verdade é aquele que vive sua vida com honra, mesmo só.

  • Padrão Miyazaki que, mesmo não sendo seu melhor, ainda diverte pelo carisma de seus personagens. E tem um momento belíssimo que figura entre os momentos mais inspirados do cineasta que eleva a qualidade do filme.

  • O trabalho menos encantador do mestre! Os personagens são todos esquecíveis e a trama (chega a entrar na questão de um feitiço que transformou o personagem em porco, mas a deixa de lado) não deve ser comparada às maiores, já feitas pelo diretor.

  • Miyazaki nos entrega aqui outra grande obra. Munido de boas cenas de humor, beleza imensurável e uma história de fundo dramático, Porco Rosso se torna um filme divertido e belíssimo. Aliás, a cena dos aviões ascendendo às nuvens é melhores da Ghibli.

  • Miyazaki em sua segunda obra felliniana, aqui ele acerta o tom e comove com um filme de animação belíssmo em trilha sonora e poética.

Comentários (0)

Faça login para comentar.