Saltar para o conteúdo

Notícias

Parasita é o grande vencedor do 92º Oscar

Parasita acaba de marcar história no Oscar. Pela primeira vez em 92 edições, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas premiou um filme em língua estrangeira com o prêmio principal da noite. Assim, a obra sul-coreana também se tornou a primeira a vencer tanto o prêmio de melhor filme, como de melhor filme internacional (nova denominação da categoria). Seu autor Bong Joon Ho ainda teve bons motivos para encher a cara a noite toda ao também levar as estatuetas de roteiro original e direção.

Confira (em negrito) todos os vencedores de Oscar no 92º Academy Awards:

MELHOR FILME: Parasita
Ford vs Ferrari
O Irlandês
Jojo Rabbit
Coringa
Adoráveis Mulheres
História de um Casamento
1917
Era Uma Vez Em... Hollywood

MELHOR DIREÇÃO: Bong Joon Ho, Parasita
Martin Scorsese - O Irlandês
Todd Phillips - Coringa
Sam Mendes - 1917
Quentin Tarantino - Era Uma Vez Em... Hollywood

MELHOR ATOR: Joaquin Phoenix, Coringa
Antonio Banderas - Dor e Glória
Leonardo DiCaprio - Era Uma Vez Em... Hollywood
Adam Driver - História de um Casamento
Jonathan Price - Dois Papas

MELHOR ATRIZ: Renée Zellweger, Judy: Muito Além do Arco-Íris
Cythia Erivo - Harriet
Scarlett Johansson - História de um Casamento
Saoirse Ronan - Adoráveis Mulheres
Charlize Theron - O Escândalo

MELHOR ATOR COADJUVANTE: Brad Pitt, Era Uma Vez Em... Hollywood
Tom Hanks - Um Lindo Dia na Vizinhança
Anthony Hopkins - Dois Papas
Al Pacino - O Irlandês
Joe Pesci - O Irlandês

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE: Laura Dern, História de um Casamento
Kathy Bathes, O Caso Richard Jewell
Scarlett Johansson, Jojo Rabbit
Florence Pugh, Adoráveis Mulheres
Margot Robbie, O Escândalo

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO: Taika Waititi, Jojo Rabbit
Steven Zaillian, O Irlandês
Todd Phillips e Scott Silver, Coringa
Greta Gerwig, Adoráveis Mulheres
Anthony McCarten, Dois Papas

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL: Bong Joon Ho e Han Jin Won, Parasita
Rian Johnson, Entre Facas e Segredos
Noah Baumbach, História de um Casamento
Sam Mendes e Krysty Wilson-Cairns, 1917
Quentin Tarantino, Era Uma Vez Em... Hollywood

MELHOR ANIMAÇÃO: Toy Story 4
Como Treinar Seu Dragão 3
Perdi Meu Corpo
Klaus
Link Perdido

MELHOR FOTOGRAFIA: Roger Deakins, 1917
O Irlandês
Coringa
O Farol
1917
Era Uma Vez Em... Hollywood

MELHOR FIGURINO: Adoráveis Mulheres
O Irlandês
Jojo Rabbit
Coringa
Era Uma Vez Em... Hollywood

MELHOR DOCUMENTÁRIO: Indústria Americana
The Cave
Democracia em Vertigem
For Sama
Honeyland

MELHOR DOCUMENTÁRIO EM CURTA-METRAGEM: Learning to Skateboard In a Warzone (If You're A Girl)
In The Absence
Life Overtakes Me
St. Louis Superman
Walk Run Cha-Cha

MELHOR MONTAGEM: Ford vs Ferrari
O Irlandês
Jojo Rabbit
Coringa
Parasita

MELHOR FILME INTERNACIONAL: Parasita
Corpus Christi
Honeyland
Os Miseráveis
Dor e Glória

MELHOR CABELO E MAQUIAGEM: O Escândalo
Coringa
Judy - Muito Além do Arco-Íris
Malévola - Dona do Mal
1917

MELHOR TRILHA SONORA ORIGINAL: Coringa
Adoráveis Mulheres
História de um Casamento
1917
Star Wars: A Ascensão Skywalker

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL: Rocketman, "(I'm Gonna) Love Me Again"
Toy Story 4, "I Can't Let You Throw Yourself Away"
Superação: O Milagre da Fé, "I'm Standing With You"
Frozen II, "Into The Unknown"
Harriet, "Stand Up"

MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃO: Era Uma Vez Em... Hollywood
O Irlandês
Jojo Rabbit
1917
Parasita

MELHOR CURTA ANIMADO: Hair Love
DCERA (Daughter)
Kitbull
Memorable
Sister

MELHOR CURTA-METRAGEM: The Neighbors' Window
Brotherhood
Nefta Football Club
Saria
A Sister

MELHOR EDIÇÃO DE SOM: Ford vs Ferrari
Coringa
1917
Era Uma Vez Em... Hollywood
Star Wars: A Ascensão Skywalker

MELHOR MIXAGEM DE SOM: 1917
Ad Astra - Rumo às Estrelas
Ford vs Ferrari
Coringa
Era Uma Vez Em... Hollywood

MELHORES EFEITOS VISUAIS: 1917
Vingadores: Ultimato
O Irlandês
O Rei Leão
Star Wars: A Ascensão Skywalker

Comentários (6)

●•● Yves Lacoste ●•● | quarta-feira, 12 de Fevereiro de 2020 - 09:28

A busca de um novo público e a meta de recuperar a audiência perdida. O fim do conservadorismo tá chegando ou se brincar já chegou com esse resultado de domingo!!

Luís F. Beloto Cabral | quarta-feira, 12 de Fevereiro de 2020 - 10:45

Não gostei dessa reviravolta. Tinha apostado no 1917 no bolão que o cinema da minha cidade fez e por isso perdi seis meses de cinema grátis... ¬¬

Walter Prado | quarta-feira, 12 de Fevereiro de 2020 - 16:04

Calma gente, menos de um ano atrás Green Book tava ganhando, ainda acho que esta vitória de Parasita é uma grande e maravilhosa exceção (como já tivemos algumas outras vezes na história). Além do amor pelo filme, já falávamos, Era uma vez em Hollywood morreu no anúncio dos indicados a montagem e 1917 não tinha o apoio dos atores.

Augusto Barbosa | quinta-feira, 13 de Fevereiro de 2020 - 16:15

Cito o Eric Kohn, do Indiewire: "O oscar precisava de Parasita [muito] mais do que Parasita precisava do Oscar". O 'muito' é por minha conta. Mas é super verdade: o filme, só na Coréia, já tinha se pagado e lucrado quase o triplo do quanto custou. Foi/está indo bem nas bilheterias em outros lugares. Por todo festival que passou, era o filme mais comentado. O sucesso do oscar serve mais pra abrir os olhos dos próprios americanos para filmes estrangeiros, já que eles têm essa birra com legendas em um nível aparentemente anormal. Ah, e deu uma retomada de credibilidade para o prêmio.

Mas, real, Parasita é um fenômeno muito raro - ser um filme capaz de atingir tantos públicos distintos assim e angariar paixão (ou, ao menos, admiração intensa) de todos eles, é um feito bem difícil de se conquistar, e acho que, basicamente, o oscar seguiu o fluxo - e o momento foi oportuno, por conta de todo o papo de diversidade que rola lá.

●•● Yves Lacoste ●•● | quinta-feira, 13 de Fevereiro de 2020 - 18:28

Ranço dessa antiga birra com filmes legendados que acaba originando remakes na grande maioria das vezes desnecessários e de qualidade péssima. É aquele povo superior, onde acham que o mundo inteiro tem que engolir os filmes deles, mas eles se recusam a aceitar os filmes dos outros.

Faça login para comentar.