Saltar para o conteúdo

Missão: Impossível 2

(Mission: Impossible II, 2000)
6,3
Média
504 votos
?
Sua nota
Direção
John Woo
Roteiro:
Bruce Geller (personagens), Ronald D. Moore (argumento), Brannon Braga (argumento), Robert Towne (roteiro)
Gênero:
Ação
Origem:
Estados Unidos, Alemanha
Estreia:
31/12/1969
Duração:
123 minutos

Filmes Relacionados

Lupas (32)

  • Possui ótimas sequências de ação, mas abandona a inteligência do filme anterior em nome de uma história muito barulhenta e atropelada

    Daniel Lucena | Em 02 de Setembro de 2020 | NOTA: 6.5
  • Datado, tem todos os maneirismos dos anos 90, frases de efeito, câmera lenta, muita câmera lenta, uma trama facilmente antecipavel, se salva pelas cenas de ação, ponto forte do John woo.

    Fabio Luis Martins Rafo | Em 10 de Agosto de 2020 | NOTA: 5.5
  • Se o primeiro filme era só uma missão difícil, este passa a ser o Missão Impossível como conhecemos. É o início do espalhafato característico da franquia.

    Paulo Henrique de Aragão | Em 12 de Setembro de 2018 | NOTA: 7.5
  • É nítida a queda (em comparação ao primeiro) na qualidade da direção, mas o roteiro simples (e eficiente) entrega uma ação divertida do início ao fim.

    Renan Paiva | Em 13 de Setembro de 2017 | NOTA: 7.0
  • ARQUIVO.

    Davi de Almeida Rezende | Em 26 de Abril de 2017 | NOTA: 4.0
  • Simples assim? Até mesmo Ethan Hunt se surpreende com missão impossível da vez. Sem compromisso com a verossimilhança (constatação, não crítica), a aventura tem seus altos e baixos e poucas nuances nos personagens.

    Patrick Corrêa | Em 20 de Abril de 2017 | NOTA: 6.0
  • Sofrível! Um pastiche do gênero. Woo se perde completamente na direção, talvez eclipsado pelas intromissões do "dono", Tom Cruise. Thandie Newton está exagera e não se encaixa em um papel simples de "bond girl". Ponto baixo da franquia!

    Paulo Nicholas | Em 10 de Fevereiro de 2016 | NOTA: 5.0
  • Podem falar o que quiser... É melhor do que 90% dos filmes de ação da Hollywood contemporânea.

    Samuel Martins Ribeiro | Em 26 de Janeiro de 2016 | NOTA: 7.0
  • Algumas cenas são quase inassistíveis, o romance não convence e M:I-2 abraça tão forte tudo quanto é clichê, que chega a ser difícil defendê-lo por isso. Porém, quando Woo engata a quinta marcha da ação, o filme empolga demais. O clímax é espetacular.

    Bruno Cavalcanti | Em 29 de Agosto de 2015 | NOTA: 7.0
  • Por quê no primeiro filme ele não matava ninguém e aqui é um 007?

    Marlon Tolksdorf | Em 25 de Agosto de 2015 | NOTA: 7.5
  • Bom, como John Woo não é Brian de Palma (nem autoral, nem no mínimo tão competente quanto), a história boba não se sustenta sozinha e o que resta é um bando de cenas toscas. Plus: que mania feia de ficar toda hora criando tensão desnecessária.

    Daniel Maximo | Em 16 de Agosto de 2015 | NOTA: 6.0
  • Excesso de câmera lenta nas cenas de ação, roteiro praticamente inexistente e incoerências absurdas tornam a sequência de seu bem sucedido antecessor, uma amostra ordinária de como não fazer um filme de espionagem.

    Gabriel Fagundes | Em 26 de Janeiro de 2015 | NOTA: 2.0
  • O mais subestimado da franquia.

    Darlan Pereira Gama | Em 02 de Abril de 2014 | NOTA: 7.5
  • 13/01/01

    Eduardo Scutari | Em 25 de Fevereiro de 2014 | NOTA: 6.0
  • Divertido e ágil, prende a atenção mais do que o anterior,

    Pedro Luis Santos Miranda | Em 09 de Fevereiro de 2014 | NOTA: 8.0
  • O filme de John Woo é o pior da série, mas ainda sim, um bom filme de ação com Tom Cruise dando show novamente. A sequência final é divertida pacas!

    Lucas Abreu | Em 22 de Julho de 2013 | NOTA: 6.0
  • O mais fantasioso da série.

    Danilo Silva | Em 15 de Julho de 2013 | NOTA: 6.0
  • lógico que está longe de ser tão hábil quanto o do De Palma (um Deus Cinematográfico), mas ainda assim convence como ação escrachada

    Eduardo Machado | Em 18 de Março de 2013 | NOTA: 8.0
  • A estória continua cheia de reviravoltas e um tanto quanto desordenada e confusa, mas as cenas de ação conseguem atingir um índice notável de tensão e adrenalina, com a vantagem de não se sobrepor à estória.

    Kennedy | Em 30 de Dezembro de 2012 | NOTA: 6.5
  • o filme sofre com a cafonice de John Woo, que transforma MI2 em uma mistura falha de super herói e romance, fazendo este ser o pior exemplar da franquia. a última meia hora, perecendo querer compensar a ação que o resto do filme não teve, é desastrosa

    Olivio Gavassi Netto | Em 07 de Outubro de 2012 | NOTA: 4.0